LastFM, Scrobble, Tags e macetes

sexta-feira, 22 de abril de 2011


Não dá para negar como estes sites, assim como a própria internet, facilitam nossa vida, e nos garantem novos vícios. Temos redes sociais além das convencionais, como Filmow para filmes, Orangotag para séries, LastFm para músicas, e assim por diante.

Aqui vou esclarecer um pouco sobre o LastFM, como usá-lo, o que é um scrobble e demais dicas que não vemos com tanta facilidade por aí.
Focarei mais nas dicas, prevenções e correções de problemas, já que o funcionamento do LastFM já fora discutido em muitos lugares, inclusive no próprio site que tem suporte à língua portuguesa e possui fóruns de discussão.

Lá mesmo (http://www.lastfm.pt/about) tem um pequeno texto sobre o que é o site. Também conta com um FAQ (http://www.lastfm.pt/help/faq) e fóruns.


1 - Scrobbling

1.1- Funcionamento
Sabendo-se que o software LastFM (scrobbeR) registra QUASE tudo que você ouve no seu player/aparelho (wmp, winamp, itunes, ipod,...) e envia estes dados para o servidor da Last.FM e que, são mostrados mais tarde no site, tanto no seu perfil, como no do artista, as faixas que ouviu, a quantidade de vezes e a que horas, temos somente que entender o porque de que ele QUASE registra tudo.

Em primeiro lugar, tenha em mente que você fez tudo correto, como descrito no site, para que o scrobble ocorra sem problemas.

1.2- Tags ID3 e metadados
Em segundo, saiba que o scrobbler não faz milagres e você precisa manter suas músicas sempre organizadas. Quando digo organizadas, não me refiro à ordená-las e separá-las em pastas (apesar de altamente recomendado), mas sim organizar as tags ID3 (e outros metadados) de cada música (saiba o que é ID3 http://pt.wikipedia.org/wiki/ID3).

O scrobbler possui tecnologia capaz de identificar o artista, álbum e título de uma faixa mesmo sem tags, porém além de usar mais CPU, este processo não é 100% seguro, podendo não enviar suas execuções para o site  e/ou enviar com informações erradas.

Mas tudo isso é mais fácil de resolver do que se imagina. Existem aplicativos que servem para fazer esta tarefa chata, muitas vezes em massa (selecionando um álbum todo, todas as músicas de um artistas, etc), agilizando MUITO a organização.

Fizemos dois tutoriais, de diferentes autores e diferentes programas, que são eles: TagScanner e Tag&Rename (veja aqui http://wikipig.blogspot.com/2011/04/organizando-suas-musicas-com-softwares.html)

Clique para ampliar

1.3- Nomes em japonês (e outras línguas)
Em geral, é preferível que os títulos fiquem em japonês mesmo, no idioma original da banda. Os títulos das faixas, eu prefiro manter em romanji (http://pt.wikipedia.org/wiki/R%C5%8Dmaji), até pela possibilidade de poder ler e memorizar, já que não falo japonês. Mas o nome do artista, sempre (ou quase sempre), deixe em japonês, pois o perfil da banda no Last.FM será criado em sua língua natal.
Exemplo: O perfil da banda Onmyo-Za é 陰陽座 (clique)// O perfil da artista Maaya Sakamoto é  坂本真綾// Do MUCC é ムック// e assim por diante.
Porém existem exceções, claro, como Dir En Grey que é Dir En Grey mesmo. MERRYD'espairsRay e DEATHGAZE são outros exemplos, apesar que neste último também possui um perfil no nome デスゲイズ, mas com bem menos scrobbles, já que a banda sempre usa 'deathgaze' como padrão.

Renomeando seus artistas para seus nomes originais você evita que as execuções de um mesmo artista sejam divididas em vários perfis, como vemos com tanta freqüência no Last.FM. Um exemplo disto é a banda ギルガメッシュ(Girugämesh) que já fora cadastrada como: GirugamëshGirugamesh (ギルガメッシュ)GirügameshGirugamesh[???????]ギルガメッシュ~Girugamesh~, e acredite muitos outros.

Você pode fazer isso usando aquele mesmo tutorial acima (TagScanner e Tag&Rename), no caso, copiando o nome em japonês e colando no programa no campo artista (ou atualizando via internet, desde que atualize com o nome correto).

Entretanto existe um macete que eu uso. Se você simplesmente renomear para japonês (Kanji, Hiragana, katakana, etc) será quase impossível de encontrar este artista na sua biblioteca de mídia rapidamente. Para isso é que diferencio as tags Artista/Artista participante de Artista do álbum.

Em Artista participante coloque o nome em kanji, já em Artista do álbum, em romaji, ou em outra linguagem que a banda utilize (normalmente inglês) para facilitar a divulgação fora de seu país de origem. Fazendo desta forma, você poderá digitar no campo de busca o nome da banda que nós ocidentais entendemos, por exemplo: Onmyo-Za. Porém este não será o nome enviado para o LastFM ao ser executado, mais sim o do artista participante, que neste caso seria 陰陽座.

Em geral isso vale para muitos outros idiomas ao qual não entendemos, como russo, ucraniano, etc.

ExemplosРусичі, banda ucraniana cujo nome para nós fica Ethnic. Ou Димна Суміш, banda também ucraniana que ficaria Dymna Sumish. Porém também existem exceções, como no caso de ФСБ, banda búlgara que APARENTEMENTE usa como padrão o título FSB (aliás, todas estas são ótimas indicações e para gostos diferentes).

Aconselho que você instale vários pacotes de idiomas. Normalmente eles já vem no CD de seu Windows (ou outro), mas também podem ser baixados no site da Microsoft e/ou atualizado diretamente pelo Windows Update.
Este pacote são necessários para visualizar corretamente nome de arquivos, textos, sites, etc, que estejam em outra língua, ou seja, usando caracteres diferentes.

ampliar

1.4- Vários Artistas
É comum depararmos com este nome (coletâneas, tributos, covers, OSTs), que pode ser representado ainda como Various Artists, V.A., Various, etc. Entretanto, Vários Artistas é artista nenhum, pois somente indica que o álbum, ou faixa, pertence a dois ou mais músicos.

Usando a mesma lógica dos nomes em japonês, para evitar que o scrobbler envie VA ao invés do artista real para o LastFM, basta renomear Artista participante para o nome do artista daquela faixa e em Artista do álbum, o nome Various Artists (de sua preferência).

Assim seu scrobble será perfeito e você garante a integridade da informação de seu álbum, que não deixará de conter várias participações, mas que também atribui um artista para cada música. Sem contar que você evita isto, isto também, mais isto e outra vez isto.

Sempre use como fonte de dados a Wikipédia, Metal-Archives, Amazon, endereços oficiais da banda (site, blogs, myspace, palco mp3,...) e até o próprio Last.Fm.

Mas porque não renomear ambos com o nome do artista?
Bom, no caso do Windows Media Player, se você atribuir vários nomes ao Artista do álbum, mesmo que sejam do mesmo álbum, o player dividirá este em vários 'singles' (parecido com essa imagem).


Qualquer dúvida, sugestão, comentem. Tentarei responder e/ou redirecioná-los a algum fórum.

5 comentários:

LM disse...

Ele não faz scrobble quando a gente escuta um CD original pelo player que possui o plugin?

Damien Willis disse...

Faz sim, desde que o player reconheça as informações presentes neste CD — que deve ocorrer automaticamente.

Bianca Elf disse...

Não conhecia o last.fm até encontrar uns amigos no facebook indicando um aplicativo com esse nome, me interessei e usei. Depois de um tempo fiz uma conta no site e gostaria de saber se tem uma forma de transferir meus scrobblers que já fiz no facebook para a minha conta fora dele. Uso o mesmo email, consegui fazer o contrário: Inserir as músicas que escutei no Site para o aplicativo do last.fm no face. Conhece uma forma de transferir as do FACE para o site?
abraços.

Damien Willis disse...

Desculpe a demora, mas pra ser sincero, desconheço. Eu apenas uso da forma "normal", que é à partir do site da Lastfm e com o scrobbler instalado no PC.

Se eu encontrar uma resposta, reapareço, contudo sugiro fazer essa mesma pergunta no fórum do próprio lastfm.

Abraço.

Caíque Pereira disse...

Para quer serve ?
Muda algo pra os Artista ?

Postar um comentário